Como melhorar a velhice do teu gato?

 

 

17fev2014---uma-mulher-faz-carinho-em-um-gato-da-raca-maine-coon-durante-a-exposicao-internacional-de-felinos-em-bogota-1392683476652_956x500

Para os amantes dos gatos constitui um enorme prazer que o seu animal de estimação envelheça a seu lado. Sem dúvida, prolongar a vida desses animais, que com o tempo convertem-se nos nossos mais fiéis amigos, é fantástico.

Para isso, é preciso que durante a vida do teu gato zeles pela sua saúde, alimentá-lo e exercitá-lo de forma adequada. A esperança de vida dos gatos aumenta na medida em que saibamos e possamos brindar-lhes as atenções que requerem.

À diferença que nas pessoas, a velhice dos gatos inicia-se a partir dos 8 anos. E ainda que possa parecer pouco tempo, muitos gatos chegam a essa idade em condições difíceis. É provável que alguns felinos envelheçam com problemas como diabetes, obesidade, falta de apetite, cancro e hipertensão arterial.

Os gatos de interior podem viver até 20 anos, enquanto a esperança média de vida dos gatos de exterior é de apenas 4 anos. É importante destacar que nem todos os gatos chegam à velhice nas mesmas condições e com a mesma vitalidade.

Os animais de estimação maiores podem apresentar problemas médicos dependendo da nutrição e do cuidado recebido durante a sua vida. É importante ter em conta os factores genéticos e as condições ambientais do sítio onde vivem.

Para os amantes dos gatos constitui um enorme prazer que o seu animal de estimação envelheça a seu lado. Sem dúvida, prolongar a vida desses animais, que com o tempo convertem-se nos nossos mais fiéis amigos, é fantástico.

Para isso, é preciso que durante a vida do teu gato zeles pela sua saúde, alimentá-lo e exercitá-lo de forma adequada. A esperança de vida dos gatos aumenta na medida em que saibamos e possamos brindar-lhes as atenções que requerem.

À diferença que nas pessoas, a velhice dos gatos inicia-se a partir dos 8 anos. E ainda que possa parecer pouco tempo, muitos gatos chegam a essa idade em condições difíceis. É provável que alguns felinos envelheçam com problemas como diabetes, obesidade, falta de apetite, cancro e hipertensão arterial.

Os gatos de interior podem viver até 20 anos, enquanto a esperança média de vida dos gatos de exterior é de apenas 4 anos. É importante destacar que nem todos os gatos chegam à velhice nas mesmas condições e com a mesma vitalidade.

Os animais de estimação maiores podem apresentar problemas médicos dependendo da nutrição e do cuidado recebido durante a sua vida. É importante ter em conta os factores genéticos e as condições ambientais do sítio onde vivem.

Também quando são velhos, os gatos geralmente assustam-se com facilidade e apegam-se mais ao seu dono. Desta forma, procuram o cuidado e protecção do seu dono. Durante a velhice dos gatos deterioram as suas capacidades sensoriais e cognitivas. Também recomenda-se evitar introduzir outro animal na família, as mudanças ou mudar todos os móveis de sítio.

Os órgãos dos gatos perdem capacidades, e o felino sente dor nas articulações. Como o gato move-se menos, o seu peso e apetite alteram. A partir dos 8 anos são frequentes as infecções orais. Nesta altura podem sofrer gengivites ou perda de parte dos destes. Isto também incide na sua alimentação e apetite.

Durante a velhice os gatos podem sofrer doenças renais. Um sintoma disto é quando começam a urinar fora da sua caixa. De tal forma, que as doenças que mais afectam o gato durante a velhice são: doença intestinal inflamatória, problemas dentais, diabetes, doenças cardiovasculares, renais e pancreáticas, obesidade, anemia, lipidose hepática, cancro, hipertiroidismo e hipertensão.

ATITUDE PERANTE A MUDANÇA

Para enfrentar a velhice do teu gato e facilitar o seu desenvolvimento durante esta etapa, devemos prestar atenção às mudanças que nele se sucedem. Desta forma, poderás ir-te adaptando às suas necessidades e possibilidades.

Se bem que antes ias a um veterinário anualmente ou quando apresentasse alguma patologia, agora o farás de forma mais recorrente, e te assegurarás de que receba os seus check-ups periódicos. Nessas consultas examina-se minuciosamente o animal, de acordo com as características que pela sua idade apresenta.

Não te esqueças também de vacinar o teu gato de acordo com a sua idade. É importante imunizar os gatos maiores contra a raiva, clamidíase, bordetelose e leucemia felina.

Da mesma forma, deves saber que durante a idade geriátrica o gato apresenta menor tolerância à medicação, inabilidade de regular a temperatura do corpo, e diminuição das necessidades calóricas.

Deves conhecer para além disso que nos gatos maiores as unhas não costumam desgastar-se demasiado. Por tal motivo, podem crescer muito e curvar-se para dentro. Evita que isto se suceda para que não furem para dentro das patas do teu animal.

DIETA ADEQUADA

Quando o teu gato chegue à idade geriátrica tem em conta que a perda do seu sentido do olfacto afecta o seu interesse pela comida. Perante esta situação recomenda-se administrar-lhe alimentos especializados, desenhados e formulados especificamente para animais de estimação de idade avançada.

Para te assegurares que o teu gato come podes oferecer-lhe muitas rações pequenas de comida, mas de forma regular. Tenta aumentar os componentes energéticos das refeições porque nesta etapa geralmente perdem peso.

Evita oferecer-lhe qualquer alimento humano, pois, muitos deles, são tóxicos para o gato, e podem colocar em risco a sua vida. Em caso de que o teu gato tenha perdido os dentes, dá-lhe sempre alimentos moles; se não for a situação do teu animal continua a dar-lhe alimentos sólidos e secos.

Em relação à água, recomenda-se servi-la fria, pois com a idade a temperatura corporal sofre mudanças. Se a água não estiver fresca ele poderá deixá-la de tomá-la.

Por sua vez, o veterinário pode sugerir-te que suplementos vitamínicos e minerais deve o teu gato ingerir segundo as suas necessidades. Lembra-te de só usá-los caso o veterinário os recomenda, pois se o animal não necessitar afectarás o equilíbrio nutricional do animal.

Nesta etapa deves acomodar o teu gato para que alimentar-se seja fácil. Para ajudar neste sentido, coloca os pratos de alimento e água perto dele, para que chegar até eles não implique tanto esforçopatinha_white_bg_tiny

Comentários

comentários

Phone: (44) 3226-3739
Fax:
Avenida São Paulo, 1654
Maringá, Paraná