A socialização dos gatinhos

a-socializacao-dos-gatinhos

A separação do teu gatinho da sua mãe, assim como a chegada a tua casa, ou melhor, à sua nova casa, são momentos chave na vida deste pequeno felino. A forma em que manejes e supervisiones estas ações influenciará, de forma positiva ou negativa, na posterior conduta do teu animal de estimação.

A socialização de um gato se inicia a partir do seu nascimento. Nessa primeira etapa, assumirá condutas, conhecimentos e atitudes inatas, através da imitação da sua mãe. Dela aprenderá como comer, lamber-se e algo muito importante, a não temer as pessoas. Claro, este último sucederá se trata-se de uma gato doméstico que vive em harmonia com os seus donos.

Deves saber que são durante os primeiros meses de vida do gato que  definem o seu carácter, comportamento e forma de relacionar-se com outros animais. Como o seu dono, recai em ti a responsabilidade de que estes aspectos se desenvolvam de forma favorável.

UMA NOVA CASA

Ter um gato de estimação não só implica conhecer as normas higiénicas e os ciclos de vacinação que requer. É importante que em tua casa tenhas as condições necessárias para garantir-lhe um ambiente adequado.

O medo do teu gato, antes de uma nova casa, podes acalmá-lo mostrando-lhe um espaço agradável. De tal forma que deves permitir que explore a sua nova casa e ter para ele um lugar quente, cômodo e desde o qual possa controlar, visualmente o território.

Se na casa vive outro animal, procura que se conheçam de forma pausada. Para além da aproximação debaixo da tua supervisão, localiza o animal de estimação recém-chegada num quarto para que ambos se familiarizem com os odores.

Não deves esquecer de proporcionar ao gato bebedouros e comedouros próprios, assim como mostrar-lhe afecto ao teu antigo animal. Os teus animais de estimação não devem sentir nunca a necessidade de competir pelo amor do seu dono e a ingestão de alimentos.

PARA SOCIALIZAR MELHOR

Durante os primeiros seis meses de vida o gato é muito receptivo. Por tal motivo, é nesta etapa a que deves ensinar-lhe condutas como não subir à mesa e usar a caixa de areia.

Entre a segunda e sétima semana de vida é importante estimular o gato para despertar a sua inteligência. Para conseguir isto deves proporcionar brinquedos como bolas, caixas de cartão, pedaços de madeira para escalar e objectos grandes para esconder-se dentro deles. O teu animal de estimação preferirá os que possa mover para correr atrás deles.

Para facilitar a adaptação do teu gato ao seu ambiente utiliza a variação de sons. Através da televisão ou reprodutores de música podes proporcionar-lhe gritos de crianças, ritmos, latidos, ruídos de carros, etc.

Na socialização do teu gato, influi, para além dos brinquedos, a relação com outras espécies como os cães. Para que o teu gato (uma vez adulto) seja agradável com os teus amigos deves assegurar-te que desde pequeno seja tocado e acariciado por ti e outras pessoas.

É provável que, quando o gato chegue a tua casa tenha entre oito e doze semanas de vida. Para acalmá-lo e brindar-lhe confiança deves, para além disso, acaricia-lo com suavidade e falhar-lhe em um tom suave. Não te esqueças de mostrar-lhe onde estão a sua comida e caixa.

Por sua vez, a socialização do gato com as crianças devem ser realizadas também desde dos primeiros meses. Lembra-te que as crias possuem comportamentos diferentes aos adultos e os seus jogos e gritos podem assustar o teu animal de estimação. O processo de aceitação entre a cria e as crianças o realizarás de forma pausada e sob supervisão.

Um bom processo de socialização, desde que o gato é pequeno, contribui a que uma vez adulto, o gato apresente boas relações com os humanos e seja, portanto, uma excelente companhiapatinha_white_bg_tiny

Comentários

comentários

Phone: (44) 3226-3739
Fax:
Avenida São Paulo, 1654
Maringá, Paraná